Weintraub: União pagará R$ 50 mil por fala de 'plantações de maconha' em universidades

01 de Agosto de 2020
Weintraub: União pagará R$ 50 mil por fala de 'plantações de maconha' em universidades
A União foi condenada a pagar R$ 50 mil pela fala do ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, que acusou as universidades públicas de terem "plantações extensivas de maconha" e "laboratórios de química transformados em centros de produção de drogas sintéticas". A condenação é uma resposta a uma ação movida pela União Nacional dos Estudantes (UNE).
 
Na decisão, a juíza Silvia Figueiredo marques destacou o "viés ideológico do ex-ministro" e afirmou que Weintraub não apresentou provas de suas acusações: "A vítima foi a coletividade dos estudantes".

Weintraub fez as declarações em novembro de 2019 durante entrevista a um site com posição editorial assumidamente de direita. 

Na ocasião, o então ministro afirmou, sem oferecer nomes ou prova, que a autonomia das universidades federais resultou na existência de "plantações extensivas de maconha" e de laboratórios de química transformados em centros de produção de drogas sintéticas. "Metanfetaminas", acrescentou à época.
|