Volante do Bahia alertou árbitro sobre amarelo para jogador errado: 'O VAR tem que ver'

Postado dia 14 de Abril de 2019
Volante do Bahia alertou árbitro sobre amarelo para jogador errado: 'O VAR tem que ver'
O empate em 1 a 1 entre Bahia de Feira e Bahia, no Joia da Princesa, pelo primeiro jogo da final do Campeonato Baiano, teve participação do árbitro de vídeo (VAR, da sigla em inglês), em dois lances capitais. No primeiro, para anular o gol dos donos da casa, no início do segundo tempo. Depois foi na expulsão do volante Gabriel Bispo, do Tremendão. O volante do Esquadrão de Aço, Douglas Augusto, foi quem alertou o árbitro Ricardo Marques Ribeiro, que havia dado o cartão amarelo ao jogador errado do Bahia de Feira aos 39 minutos do segundo tempo. Após consultar a tecnologia, o juiz corrigiu o erro, mostrou o segundo amarelo ao atleta do time feirense e, em seguida, o vermelho.    "Foi o número 22 que me deu uma pancada aqui atrás. Aí eles deram como se fosse o número 20, então o VAR tem que ver. Eu só fui e expliquei para ele o que aconteceu", contou Douglas Augusto em entrevista à TV Bahia.   Sobre o resultado da partida, Douglas Augusto disse que o Esquadrão de Aço foi até Feira de Santana pensando no triunfo. Porém, com o empate, o time leva a decisão do título para a Arena Fonte Nova. A segunda partida está marcada para o próximo domingo (21), às 16h.   "A gente não veio aqui querendo o empate. A gente veio aqui querendo o triunfo, mas não conseguimos, só conseguimos empatar no finalzinho. Bahia é isso, é garra, é guerra. Agora é levar para dentro de casa e conseguir esse título para essa torcida que merece", disse.    Quem vencer a finalíssima conquista o título do Baianão deste ano. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis. Porém, antes disso, o Bahia volta ao gramado para receber a visita do Londrina, também na Fonte Nova, na quinta-feira (18), às 20h, pelo jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil.
|