Secretaria de Educação recorre ao MP-BA para combater infrequência escolar em Salvador

Postado dia 17 de Setembro de 2019
Secretaria de Educação recorre ao MP-BA para combater infrequência escolar em Salvador
A Secretaria Municipal de Educação (Smed) encaminhou na última sexta-feira (13) ao Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) a lista de alunos com infrequência escolar superior a 15% nos últimos 90 dias. O intuito é que o órgão notifique os conselhos tutelares para solucionar o problema junto aos pais. A informação foi dada pelo titular da pasta, Bruno Barral, ao BN. "Eu estou indo ao MP para pedir ajuda em notificações ao conselho tutelar, para que eles nos ajudem com os pais que não estão sendo responsáveis pela frequência dos meninos", declarou. "Eu estou preocupado em dar resultado. Estou entrando com a ação de todos os casos de infrequência nos últimos 90 dias", acrescentou. De acordo com o secretário, foi possível obter esses números num levantamento feito Sistema de Monitoramento da Aprendizagem (SMA), implantando esse ano pela pasta. "Assim, nos instrumentalizados para formular estratégias e intervenções com maior exatidão, o que garante resultados mais eficientes", pontuou.
|