Rui critica veto a execução de garantias da União para empréstimos do estado

28 de Maio de 2020
Rui critica veto a execução de garantias da União para empréstimos do estado
O governador Rui Costa criticou nesta quinta-feira (28) o veto do presidente Jair Bolsonaro a execução de garantias da União em dívidas renegociadas com os estados. Para Rui, o veto irá tornar mais difícil a contração de empréstimos pelos estados.    "Esse empréstimo tem um peso considerável para o Nordeste, Norte e Centro-Oeste. Historicamente, os bancos internacionais tem uma taxa de juros menor e por isso essas regiões preferem se envididar com eles. Não impede uma renegociação, mas o caminho fica mais difícil. Tudo depende de como vai se comportar a economia nos próximos meses. Esse valor que o governo federal está aportando representa 50% da queda prevista de arrecadação. se a queda for projetada, ficará em 50%, o que amplia a dificuldade da manutenção dos serviços públicos", declarou o governador.    O veto foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta na sansão da lei complementar 173/20, com medidas de auxílio financeiro a Estados e municípios durante a pandemia do coronavírus. Entre outros vetos, está o reajuste no salário de servidores até 2021. 
|