Presidente do Flamengo diz que ideia é ampliar a temporada até janeiro

01 de Abril de 2020
Presidente do Flamengo diz que ideia é ampliar a temporada até janeiro
Em virtude da pandemia do novo coronavírus, os jogos de futebol foram suspensos. No Brasil, os clubes concederam férias coletivas até o dia 20 de abril. Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, admitiu preocupação com o calendário e diz que a ideia é ampliar a temporada até janeiro.   "A preocupação é muito grande. Tivemos que parar. Fizemos reuniões com outros presidentes, colocamos esse aspecto como o principal ponto. Convergimos sobre as férias dos atletas até o dia 20 de abril, quando vamos reavaliar para ver se pelo menos poderemos colocar para treinar. Expectativa é começar no início de maio, mas hoje já surgiram notícias de que a Conmebol vai precisar retardar mais por causa dos problemas de cruzar as fronteiras. Existem bloqueios. Vamos tentar terminar o Carioca e aguardar datas. Vai ser o desafio. Existe acordo com a CBF de que a prioridade é estender e terminar os campeonatos até o dia 31 de janeiro", disse Landim, em entrevista para a Fla TV.     Por conta da paralisação do futebol, muita gente defendeu uma mudança no regulamento do Campeonato Brasileiro deste ano. Uma das propostas é a volta do mata-mata. Landim rechaçou essa ideia.    "O Flamengo defende que o calendário seja mantido como está. Os pontos corridos já estão há muitos anos, foi assim que os clubes venderam os direitos de imagem. É uma receita importante. Queremos pontos corridos e sem afetar o número dos jogos", destacou.
|