Presidente do CSA anuncia que irá pedir licença do cargo após protesto de torcedores

Postado dia 15 de Maio de 2019
Presidente do CSA anuncia que irá pedir licença do cargo após protesto de torcedores
Após os torcedores do CSA reclamarem da venda do mando de campo do jogo contra o Flamengo, o presidente do clube, Rafael Tenório, disse que irá se licenciar do cargo por três meses. A partida, marcada para o dia 12 de junho, foi transferida para o Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Segundo o GloboEsporte.com, os valores giram entre R$ 1,2 milhão e R$ 1,5 milhão.    "Estou me afastando da presidência do clube por um período de 90 dias. Já assinei a carta de afastamento e estou entregando ao presidente do Conselho Deliberativo, Raimundo Tavares. O motivo foi a repercussão por conta da venda do mando de campo [do jogo contra o Flamengo]. Vou parar, cuidar das minhas empresas e refletir sobre o meu futuro no CSA", declarou o dirigente ao GloboEsporte.com.    Com a saída do mandatário da agremiação, quem assume o cargo é o vice-presidente Omar Coelho.    Os torcedores azulinos protestaram nas redes sociais, fazendo com que o presidente bloqueasse os comentários na sua conta do Instagram. 
|