Polícia intima Petrix e dá prazo para brother sair do reality após acusações de assédio

03 de Fevereiro de 2020
Polícia intima Petrix e dá prazo para brother sair do reality após acusações de assédio
Acusado de cometer assédio no "Big Brother Brasil 20", o participante Petrix terá o prazo de até a próxima sexta-feira (7) para deixar em definitivo o reality. A data limite, caso o emparedado não seja eliminado nesta terça-feira (4), foi determinado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, após uma intimação ser entregue ao Jurídico da TV Globo.    De acordo com o blogueiro Hugo Gloss, um inquérito foi aberto para apurar as acusações dele ter assediado as participantes Bianca Andrade (Boca Rosa) e Flayslane em duas situações distintas. Para que as investigações possam dar continuidade ele terá que ser ouvido pelas autoridades.    Caso Petrix saia da casa já nesta terça (3), pela rejeição do público, ele será encaminhado imediatamente para prestar esclarecimentos às autoridades. O caso envolvendo as acusações sobre o ginasta está sob domínio da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá. Para a diretora-geral da repartição, Juliana Emerique, "nenhum assédio será tolerado". 
|