Parte da ala militar governista retira apoio ao novo ministro da Educação

29 de Junho de 2020
Parte da ala militar governista retira apoio ao novo ministro da Educação
Integrantes da ala militar do governo retiraram o apoio ao novo ministro da educação, Carlos Alberto Decotelli, após virem à tona revelações de informações fraudadas em seu currículo. A informação é da colunista Bela Megale, de O Globo.

Segundo a publicação, o tema foi alvo de discussão durante o final e semana e a avaliação de parte dos ministros e auxiliares que chancelaram o nome de Decotelli para Jair Bolsonaro é que ele só tem condições de ficar no cargo se tiver uma justificativa plausível para as informações falsas que estão seu currículo. 

A posse de Decotelli, antes marcada para esta terça-feira (30), foi adiada e um pente-fino em seu currículo está em prosseguimento. 

Universidades na Argentina e na Alemanha negaram títulos elencados no currículo do gestor. 
|