Nota da FGV foi crucial para saída do MEC, diz Decotelli

30 de Junho de 2020
Nota da FGV foi crucial para saída do MEC, diz Decotelli
Após apresentar carta de demissão, o não empossado no Ministério da Educação, Carlos Decotelli, afirmou que a gota d'água de sua permanência no cargo foi a nota divulgada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Nesta terça-feira (30) a Fundação negou que Decotelli tenha integrado o quadro de professores efetivos da instituição. 

A informação foi dada pelo próprio Decotelli, em entrevista à CNN. 

A instituição informou que, ao contrário do que diz em seu currículo, o ex-ministro "atuou apenas nos cursos de educação continuada, nos programas de formação de executivos e não como professor de qualquer das escolas da Fundação".

Decotelli foi nomeado na última quinta-feira (25), no entanto, sua permanência no cargo foi abalada após uma universidade contestar o título de doutor listado em seu diploma. Também houve questionamentos do título de pós-doutor e acusações de plágio em sua dissertação de mestrado.
 
O presidente, na note desta segunda-feira (29), chegou a defender Decotelli, afirmando que vinha sofrendo um processo de "deslegitimação". 
|
Tags Relacionadas: nota, fgv, foi, crucial, para, saída, mec, diz, decotelli,