Nilton lamenta revés do CSA e fala do carinho da torcida do Bahia: 'Gratificante'

Postado dia 02 de Dezembro de 2019
Nilton lamenta revés do CSA e fala do carinho da torcida do Bahia: 'Gratificante'
Ao reencontrar o ex-clube, o volante Nilton falou do carinho da torcida do Bahia. Neste domingo (1º), o CSA receber a visita do Tricolor no Rei Pelé, pela 36ª rodada do Brasileirão. O jogador marcou o gol de empate dos donos da casa, mas a equipe acabou perdendo o jogo por 2 a 1.   "Não é o resultado que esperávamos. Lutamos até o final e é inadmissível. COnsegui fazer um gol depois de muito tempo. Muitos questionaram e hoje tenho uma sequência, coisa que sempre peço para fazer meu futebol. Sou iluminado e papai do céu me abençoou. A receptividade que tive no Mineirão foi bacana e você vê aqui a torcida do Esquadrão de Aço me ovacionando. Isso aí não tem preço. Daria tudo que ganhei de dinheiro. O gratificante é deixar um legado", afirmou em entrevista à Rádio Metrópole FM.   Nilton foi contratado pelo Bahia no início de 2018 e ficou até maio deste ano. Ele disputou 28 jogos marcou dois gols. Do Fazendão, acertou com o CSA. No duelo deste domingo, o volante igualou o placar aos nove minutos do segundo tempo. Parecia que o time alagoano arrancaria o empate quando Arthur Caíke fez o segundo do Esquadrão de Aço aos 40.   "O Bahia foi cirúrgico. A puxada de contra-ataque é crucial e o Arthur conseguiu ser feliz na finalização", analisou Nilton.   O resultado rebaixou virtualmente o CSA que segue com 32 pontos na 18ª colocação. O Ceará, que está fora da degola na 16ª, tem 38. Faltando dois jogos para o final do campeonato, time alagoano poderia igualar a pontuação e o número de vitórias, mas teria que tirar uma diferença abissal de saldo de gols -30 contra -4 dos cearenses. Já o Bahia, somou 48 e é o 11º colocado.   Na próxima rodada, o CSA visita a também rebaixada Chapecoense, na Arena Condá, na quarta-feira (4), às 21h. No dia seguinte, às 19h15, o Bahia encara o Vasco, na Arena Fonte Nova.
|