Maia diz que muitos que atacaram a reforma pediam a aprovação em reuniões fechadas

Postado dia 19 de Julho de 2019
Maia diz que muitos que atacaram a reforma pediam a aprovação em reuniões fechadas
O presidente da Câmara dos deputados, Rodrigo Maia (DEM), disse que em reuniões fechadas algumas pessoas que faziam críticas públicas à reforma da previdência pediam para que o projeto fosse aprovado.   Maia faz uma visita a Fundação Doutor Jesus nesta sexta-feira (19) e entende que o discurso "fácil" gerou pobreza  ao país.   "Quero fazer o discurso difícil,  pois vemos jovens nas drogas e fora das escolas e temos que ter coragem para enfrentar os desafios, para que essa país possa cumprir o seu papel e políticos possam ser respeitados e possamos ser a esperança, tem que ter o discurso difícil", comentou o deputado.   O presidente da Câmara disse que o parlamento em Brasília que parece tão distantes, pode fazer muitas coisas para melhorar para melhorar a vida de todo o país.   "Temos que ter coragem de tirar o dinheiro de quem ganha mais e controlam o dinheiro dos impostos que pagamos e devolver isso para a sociedade e a reforma faz isso, não faz todo o caminho que gostaríamos mas o que estamos aprovando é isso, a reforma reduz a desigualdade então estou muito feliz e estamos no caminho certo", disse Rodrigo.   Foto: Jade Coelho / BN   O presidente da câmara dos deputados ainda foi presenteado com a honraria de amigo da Fundação Doutor Jesus.