Isidório acena à aliança partidária para deixar personagem de 'doido' que o popularizou

02 de Julho de 2020
Isidório acena à aliança partidária para deixar personagem de 'doido' que o popularizou
O deputado federal Sargento Isidório (Avante) sinalizou durante ato simbólico do 2 de Julho desta quinta-feira (2) que deseja abandonar o personagem do "doido", que o popularizou em campanhas passadas. 
 
Ao novamente reforçar que busca alianças partidárias para a pré-campanha à prefeitura de Salvador, Isidório comentou que encarnou nas últimas eleições um personagem inspirado no ex-deputado Enéas Carneiro para gerar publicidade nas eleições. 
 
"Para evitar o constrangimento de estar em cima de uma caminhonete fazendo teatro e folclore, preciso de um partido com musculatura que me dê espaço e tempo de televisão. Graças as Deus, pelo número de votos que tive nas últimas eleições para deputado, o povo sabe que não sou doido. Sabe que meu personagem é um esforço para ganhar publicidade com a dança e agindo como o Enéas [Carneiro]. Se eu for novamente largado em cima de uma caminhonete, sem partido, vou ter que continuar acreditando no povo", disse Isidório.
 
Apesar de acenos, o pré-candidato do Avante ainda não tem nenhum outro partido que o apoie. Com o PCdoB fechado com o PP na campanha, Isidório declarou que o governador Rui Costa ainda não convocou o seu conselho político para o ajuste de chapas e alianças das candidaturas da base. 
 
O grupo do governador tem como pré-candidatos à prefeitura, além de Isidório, os deputados federais Bacelar (Pode) e Lídice da Mata (PSB), além dos parlamentares estaduais Olívia Santana (PCdoB) e Niltinho (PP), Major Denice (PT) e Eleusa Coronel (PSD). 
|