18 de Setembro de 2020

Estudo indica que 85% das festas privadas cancelaram contratos nos festejos juninos

Estudo indica que 85% das festas privadas cancelaram contratos nos festejos juninos

Lançado em entrevista coletiva nesta sexta-feira (18), um boletim com os primeiros resultados da pesquisa "Impactos da Covid-19 nos Festejos Juninos da Bahia" indica 85% dos organizadores de festas privadas que participaram do estudo cancelaram totalmente contratos fechados com artistas e serviços para a edição de 2020, por causa da pandemia do novo coronavírus.
 
O boletim mostra ainda que 37,5% dos eventos privados já haviam iniciado a venda de ingressos e 77,8% deles indicaram ter perda financeira de até R$ 100 mil em 2020. O maior prejuízo do isolamento, entretanto, foi para os grupos e bandas, já que para 92,1% deles o maior impacto sentido foi o cancelamento de contratos (clique aqui e confira o boletim).
 
Realizado pelo Observatório da Economia Criativa da Bahia (Obec-BA) o estudo, que ainda não foi concluído, é uma etapa da pesquisa nacional "Impacto da Covid-19 na Economia Criativa" . Com dados coletados entre 10 de julho e 31 de agosto e a participação de 143 respondentes válidos, a pesquisa tem como propósito nortear a elaboração de políticas públicas, assim como a implementação da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. 
 
O questionário segue aberto para a participação do setor criativo durante o mês de setembro, com o objetivo de ampliar o estudo (clique aqui e saiba mais).


Tags Relacionadas

estudo, indica, que, das, festas, privadas, cancelaram, contratos, nos, festejos, juninos,

Últimas notícias