Estados Unidos vetam entrada de brasileiros no país por causa do novo coronavírus

24 de Maio de 2020
Estados Unidos vetam entrada de brasileiros no país por causa do novo coronavírus
Após o presidente Donald Trump revelar que os Estados Unidos poderiam restringir a entrada de brasileiros, a medida foi confirmada, neste domingo (24). Segundo informações do G1, por meio de um decreto, ele veta, a partir do dia 29 de maio, a entrada de qualquer pessoa proveniente do Brasil em seu país. "Não quero que as pessoas venham aqui e infectem o nosso povo", disse ele à época, explicando que a iniciativa se daria para conter o avanço do novo coronavírus.    "Hoje o presidente tomou a ação decisiva para proteger nosso país, ao suspender a entrada de estrangeiros que estiveram no país [Brasil] durante um período de 14 dias antes de buscar a admissão nos Estados Unidos", informou a secretária de imprensa da Casa Branca, Kayleigh McEnany, em comunicado.   "A ação de hoje irá garantir que estrangeiros que estiveram no Brasil não se tornem uma fonte adicional de infecções em nosso país. Essas novas restrições não se aplicam aos voos comerciais entre os EUA e o Brasil", acrescenta. Hoje o Brasil é o segundo país com maior número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, atrás apenas dos Estados Unidos.   A medida, no entanto, não será aplicada a pessoas residentes nos EUA, pessoas casadas com cidadãos americanos ou tenham residência no país. Ficam de fora também filhos ou irmão de americanos ou residentes permanentes, desde que sejam menores de 21 anos. Podem entrar ainda membros de tripulações de empresas aéreas ou pessoas que convidadas pelo governo dos Estados Unidos.
|