Enderson lamenta expulsão, mas destaca competitividade do Bahia contra o Cerro

Postado dia 09 de Agosto de 2018
Enderson lamenta expulsão, mas destaca competitividade do Bahia contra o Cerro
O Bahia garantiu nas oitavas de final da Copa Sul-Americana ao empatar em 1 a 1 com o Atlético Cerro na noite desta quarta-feira (8), em Montevidéu. Após a partida, o técnico Enderson Moreira lamentou a inferioridade numérica de jogadores após a expulsão de Nilton, mas fez questão de enaltecer a equipe pelo resultado.   "Não tem nada de dar aliviada. Perdemos um jogador e ficou difícil. Tenho uma conversa que toda vez que perde um atleta, a chance de não conseguir o triunfo aumenta. Aconteceu que perdemos um jogador e tivemos que nos sacrificar. Infelizmente isso aconteceu. A equipe deles está acostumada com o campo, muito frio hoje. Temos que enaltecer a competitividade. Estamos em uma sequência difícil e acho que a equipe tem dado uma resposta positiva dentro do exigido", disse.   O comandante tricolor citou o pouco tempo para trabalhar entre uma partida e outra. Entretanto, ressaltou o interesse dos atletas e apontou a evolução do grupo nas últimas partidas.   "A gente tem que passar para os atletas e eles estão abertos para isso. Muitas vezes é na base do vídeo, do campo magnético. É mérito do grupo que tem acreditado, procurado executar. Tirando o jogo de hoje, que não podemos avaliar a parte técnica, acho que a equipe tem mostrado qualidade de jogo, de competitividade, jogando dentro e fora com o mesmo padrão, buscando sempre o resultado", citou.   A equipe tricolor enfrenta o Botafogo ou o Nacional do Paraguai na fase seguinte. As duas equipes se enfrentam no próximo dia 16 de agosto, no Rio de Janeiro. Na primeira partida, os paraguaios venceram por 2 a 1.
|