Em meio à crise, Petrobras demite diretor do Sindipetro-BA; sindicato alega intimidação

Postado dia 21 de Setembro de 2019
Em meio à crise, Petrobras demite diretor do Sindipetro-BA; sindicato alega intimidação
Em meio à crise que a Petrobras vive na Bahia, com o iminente encerramento das atividades no estado (leia mais aqui), a estatal demitiu por justa causa o diretor do Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro-BA), Luiz Henrique Galvão Lima. Em nota, o sindicato afirmou que "vai tomar todas as medidas judiciais cabíveis na busca do cancelamento desse processo de demissão", o qual o grupo considera "sem motivação e com o claro propósito de intimidar e perseguir os representantes sindicais". "Não vamos tolerar que a direção da Petrobras continue agindo dessa forma, pressionando e assediando os trabalhadores e tentando interferir na liberdade, organização e autonomia sindical", diz trecho do comunicado. No início do mês, funcionários da estatal e o próprio Sindpetro afirmaram ao BN que a Petrobras teria suas atividades finalizadas em todo o Nordeste, fato negado pela empresa. No dia 16 deste mês, inclusive, houve um anúncio por parte da Petrobras de um Programa de Desligamento Voluntário (PDV) (leia mais aqui).
|