'É um resultado que encorpa', diz Abel Braga após goleada do Flamengo na Libertadores

Postado dia 12 de Abril de 2019
'É um resultado que encorpa', diz Abel Braga após goleada do Flamengo na Libertadores
O técnico do Flamengo, Abel Braga, valorizou a goleada do Flamengo sobre o San José por 6 a 1, na noite desta quinta-feira (11), no Maracanã, pela quarta rodada da Copa Libertadores da América. Ele destacou a importância do triunfo para as pretensões da equipe no torneio continental, que assumiu a liderança do Grupo D ao somar nove pontos, ultrapassando o Peñarol no saldo de gols, sete a quatro. No entanto, o treinador evitou falar da final do Campeonato Carioca diante do Vasco, cujo primeiro duelo será no domingo (14).     "Liderança, saldo bom, mas, infelizmente, pelo resultado com o Peñarol, não nos garante nada. Agora, vamos buscar. O importante é que estamos muito conscientes. Os gols aconteceram de forma natural. Estávamos ansiosos no primeiro tempo. No segundo, começamos a diminuir. Falam do San José, mas eles deram mais trabalho tomando de seis do que o Peñarol. É um resultado que encorpa, mas domingo não tem nada a ver com isso. Vamos ver quem está melhor", afirmou na entrevista coletiva.   Abel Braga armou o time titular escalando o uruguaio Arrascaeta, jogador mais caro da história do clube. O meia vinha sendo muito pedido pela torcida desde o início. O comandante do Rubro-Negro justificou a demora em colocá-lo entre os onze.   "O importante é a pessoa saber e ter consciência de que a possibilidade é real, não é fictícia. Tem semana que você olha para o cara e diz que ele está bem. E o Arrascaeta teve uma semana muito boa. Estou feliz pelo que o Bruno jogou como atacante. Ele me impressionou. Arrascaeta foi muito bem e para nós é ótimo", disse.   Pela Libertadores, o Flamengo volta ao gramado somente no dia 24 de abril, uma quarta, para visitar a LDU, pela quinta rodada. Mas antes disso, o jogo de ida da final do Carioca contra o Vasco, está marcado para começar a partir das 16h, no Estádio Nílton Santos, já que o mando de campo pertence ao rival.
|