Diferença salarial entre homens e mulheres diminuiu em 2017, diz Ministério do Trabalho

Postado dia 23 de Outubro de 2018
Diferença salarial entre homens e mulheres diminuiu em 2017, diz Ministério do Trabalho
Nos últimos anos, a diferença salarial entre homens e mulheres vem sendo reduzida. Em 2017, o salário feminino teve um aumento de 2,65% em relação ao dos homens em 2016, e chegou a R$ 2.708,71. Já para os homens, o rendimento subiu 1,8% (para R$ 3.181,87), segundo dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), divulgados nesta segunda-feira (22) pelo Ministério do Trabalho. Apesar disso, a remuneração média feminina em 2017 era 85,1% do salário dos homens. O rendimento feminino correspondia a 84,4% do masculino em relação ao ano anterior e, em 2015, 83,43%.   O coordenador-geral de Cadastros, Identificação Profissional e Estudos do Ministério do Trabalho, Felipe Pateo, destacou que: "ainda há muitos desafios para serem enfrentados, principalmente quando se trata do acesso das mulheres a postos de trabalho mais bem remunerados e garantia de recebimento de salários equivalentes pelo desempenho da mesma ocupação", explicou.
|