Diego explica pênalti mal batido na eliminação do Flamengo na Copa do Brasil

Postado dia 18 de Julho de 2019
Diego explica pênalti mal batido na eliminação do Flamengo na Copa do Brasil
Após empatar em 1 a 1 com o Athletico-PR, o Flamengo acabou eliminado nas quartas de final da Copa do Brasil ao perder na disputa de pênaltis por 3 a 1, na noite desta quarta-feira (17), no Maracanã. O meio-campista Diego foi encarregado de abrir as cobranças do time carioca, mas acabou batendo mal e praticamente recuando a bola nas mãos do goleiro Santos. Na saída da zona mista, o camisa 10 e capitão do Mengo se explicou.   "A dor no peito está muito grande, não vou esconder, mas tenho que seguir em frente. Toda cobrança de pênalti é uma batalha entre o goleiro e o batedor. Assisti aos vídeos, assim como os goleiros também nos estudam, treinei exatamente igual. Ele vinha tomando as decisões sempre de sair antes. Não bati forte para ter precisão e cobrei alto para não bater na perna dele. Não foi cavadinha", afirmou.   Diego chegou ao Flamengo em 2016. Desde então ele já errou cinco dos 13 pênaltis cobrados nesse período. Questionado sobre o aproveitamento na marca da cal, o meia admitiu o mau momento, mas disse que não deixar de cobrar.   "Fui campeão do mundo pelo Porto na disputa. Fui duas vezes campeão da Copa América batendo pênaltis. Tive outras classificações em vários torneios batendo pênaltis. Aqui no Flamengo, o aproveitamento não tem sido como eu gostaria, mas as decisões que tomo são sempre conscientes. Durante o jogo, reconheço que há outros jogadores em momento melhor e têm batido, como Gabigol e Everton, mas na disputa, na posição em que estou, não tem como e não vou fazer de passar a bola, passar a responsabilidade", disse.   Eliminado da Copa do Brasil, o Flamengo ainda está vivo na disputa da Libertadores, onde vai encarar o Emelec pelas oitavas de final, e segue próximo do líder Palmeiras no Brasileirão. Terceiro colocado, o time carioca tem 20 pontos, seis a menos do que o Verdão na tabela de classificação do campeonato nacional. A equipe volta ao gramado no domingo (21), às 16h, para enfrentar o Corinthians, no Itaquerão, pela 11ª rodada do certame.
|