Dado Cavalcanti indica manutenção de equipe para o Ba-Vi: 'A ideia é a mesma'

27 de Fevereiro de 2020
Dado Cavalcanti indica manutenção de equipe para o Ba-Vi: 'A ideia é a mesma'
Passado o Carnaval, é hora da bola voltar a rolar no Baianão. De cara, o estadual volta com o clássico Ba-Vi no Barradão, no próximo domingo (1º), às 16h. Em preparação para a partida desde o dia 10 de fevereiro, o técnico Dado Cavalcanti que não deve fazer mudanças para encarar o rival.   "Aquela é a manutenção da base. Espero que não haja trocas. Se houver, será de ordem médica. Não tem tantos mistérios. Tenho repetido pouco, mas quando acontece troca, é um atleta apenas. A ideia é a mesma", disse, em entrevista coletiva nesta quinta-feira (27).   De acordo com Dado, a perda de ritmo de jogo é o maior problema nesse grande período sem jogar. No entanto, ele garantiu que isso não vai influenciar dentro das quatro linhas.   "A minha maior preocupação nesse período de falta de jogos foi a perda do ritmo de jogo. A gente vinha numa batida boa e a equipe se mostrou consistente. Criamos alternativas de jogos-treino, coletivos e amistosos para minimizar, mas sabemos que jogo oficial é diferente. Serviu para observar novos jogadores, testar formações. Usamos bem esse tempo, mesmo com a perda significativa do ritmo. Quando se joga um clássico, isso fica do lado de fora. Não vai influenciar no rendimento", indicou.   O Bahia é o líder da competição, com 11 pontos conquistados e cinco gols de saldo.
|