CSN entrega 51 ônibus que deveriam ter sido entregues em 2019 e garante frota para 2020

17 de Junho de 2020
CSN entrega 51 ônibus que deveriam ter sido entregues em 2019 e garante frota para 2020
Após seis meses do prazo inicial acordado, a Concessionária Salvador Norte (CSN) entregou os 51 veículos previstos no Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado junto à prefeitura e o Ministério Público da Bahia (MP-BA) durante a confecção do projeto, que culminou na lei de isenção do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) às empresas de ônibus de Salvador. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (17) ao BN.   Desta forma, a CSN cumpriu a entrega dos veículos que devia ter acontecido até o dia 31 de dezembro do ano passado. Posteriormente, em fevereiro, a empresa indicou que entregaria os carros até março (leia mais aqui). Secretário municipal de Mobilidade (Semob), Fábio Mota sinalizou que o empreendimento seria multado por conta do atraso. Os 51 ônibus não foram entregues também em março.    Segundo a empresa, para não ocorrer o mesmo imbróglio neste ano, a CSN adquiriu 81 ônibus previstos para serem entregues até o final deste ano. Destes, 71 já estão na garagem da CSN e aguardam a vistoria da Semob. Os 10 restantes estão em período de fabricação.      No fim de novembro, a concessionária fechou uma operação de crédito para viabilizar a compra dos 51 veículos (leia mais aqui). O processo aconteceu após o vereador Henrique Carballal (PV), presidente da Comissão Especial de Acompanhamento que acompanha na Câmara Municipal a isenção do ISS às empresas, denunciar que a CSN não iria conseguir cumprir o TAC (leia mais aqui).    Ao todo, as três empresas que compõem o consórcio Integra - CSN, OT Trans e Plataforma - teriam que ter entregue, até o fim do ano passado, 250 ônibus com ar-condicionado na capital baiana (leia mais aqui)
|