07 de Abril de 2021

Criticado por não saber 'o que é racismo', Rodolffo corrige Ana Maria sobre 'opção' sexual

Criticado por não saber 'o que é racismo', Rodolffo corrige Ana Maria sobre 'opção' sexual

Abatido e ainda digerindo a eliminação do Big Brother Brasil, que aconteceu na noite desta terça-feira (6) (veja aqui), Rodolffo foi "emparedado" por Ana Maria Braga no Mais Você, na manhã desta quarta-feira (7). De início, ele disse ter compreendido que seu posicionamento tinha sido racista. "Quando entendi que aquilo realmente causou dor, mudei minha opinião em relação ao comentário que fiz. Sou o tipo de pessoa que detesta a sensação de poder causar dor em qualquer tipo de pessoa, raça, orientação sexual... detesto essa possibilidade", afirmou.
 
O sertanejo relembrou o primeiro dia no reality que chegou se apresentando. Na ocasião, disse que cometeria erros por ser "chucro" e não entender "assuntos que estão em alta". "Fui a ponte de ensino para muitas outras pessoas que ainda são desinformadas. Fico feliz, de certa forma, por estar ensinando a muitas pessoas que ainda não sabem".  E disse ter achado justo a saída. "É um assunto muito delicado. Para nosso país e para o mundo é o mais justo. Costumo ser muito sincero e não só para os outros. Assumo meus erros".
 
Na atração, o músico disse não ter visto o cometário de Ludmilla enquanto cantava na festa do último sábado (3) como uma indireta. No show, a funkeira falou: "respeita o nosso funk, a nossa cor e o nosso cabelo".  "Zero. Juro. Vi comentários de pessoas que assistiram a minha reação e entenderam o meu 'passar despercebido aquilo'. Não mudei nada. Não percebi", reforçou. Ana Maria então questionou. "Antes do BBB, você nunca tinha ouvido falar em racismo? Como é que você foi blindado dessas informações? Passou batido por esse problema mundial?". Ele tentou explicar:
 
"Destaco dois pontos: falha minha de nunca ter aprofundado no assunto, em coisas, palavras ou atitudes que pudessem magoar. E outra coisa, que tem uma somatória, é que a minha família por parte de pai também é negra e a leveza que sempre levaram a cor da pele e o cabelo foi diferente lá em casa. Felizmente, meu pai nunca se sentiu atacado por isso", defendeu-se. A apresentadora então reforçou que é  "apesar de não se sentir atacado, o pai do músico deve ter passado por alguma situação".  "Falha minha mesmo de não pesquisar. É uma obrigação de todo mundo, pretendo aprofundar adquirir conhecimento de forma rápida. Acredito que o mundo precisa disso", insistiu.
 
Neste momento, a veterana tentou dizer que é preciso estar atento às mudanças no mundo para respeitar todos os tipos de pessoas, raças e "opções sexuais". O música, então, a corrigiu. "Inclusive aprendi na casa que não se fala 'escolha sexual'. A pessoa nasce assim". O termo correto é orientação sexual.  Por fim, ele tentou se explicar mais uma vez.
 
"Confesso que não foi suficiente. Naquele momento fui pego de surpresa, tentei 'justificar'. Deveria ter realmente só pedido desculpas, pois não sei quantificar a dor de um comentário idiota. Talvez um simples pedido de desculpa não supra a dor que ela tenha sentido. Detesto ver qualquer tipo de pessoa sendo maltratada. Não gosto de ver, nem de causar. Infelizmente, causei isso. Quero fazer, estudar mais, poder contribuir mais por essa causa".


Tags Relacionadas

criticado, por, não, saber, que, racismo, rodolffo, corrige, ana, maria, sobre, opção, sexual,

Últimas notícias