Confira as tendências que estão dominando a decoração dos quartos infantis

Postado dia 10 de Outubro de 2018
Confira as tendências que estão dominando a decoração dos quartos infantis
Quando o assunto é decoração infantil, o clássico rosa e azul ficaram no passado, e novas tendências estão dominando os quartos das crianças. Além de elementos lúdicos, é preciso levar em conta o conforto e segurança da criançada. É essencial que o ambiente ofereça condições apropriadas para o crescimento e desenvolvimento delas.    Cinco escritórios - doob arquitetura, da dupla Daniele Okuhara e Beatriz Ottaiano; Manarelli Guimarães Arquitetura, dos profissionais Thiago Manarelli e Ana Paula Guimarães; o arquiteto Bruno Moraes, do escritório Bruno Moraes Arquitetura; Carmem Avila, do Carmem Avila Arquitetura; Karina Korn, à frente de Karina Korn Arquitetura e Triarq Studio de Arquitetura, comandado por Ana Paula Briza e Fernanda Takadachi, compartilham seus projetos, comentando suas propostas para cada um deles.   MÉTODO MONTESSORIANO O quarto montessoriano busca estimular a autonomia das crianças proporcionando a segurança que elas precisam. Móveis mais baixos são a principal característica do estilo. Projeto das arquitetas Daniele Okuhara e Beatriz Ottaiano | Foto: Divulgação   O preceito vale desde o espelho baixo até a cama próxima do chão: ambos ajudam bebês e crianças a serem independentes e descobrirem suas vontades próprias a partir das necessidades mais básicas como dormir e acordar. Daniele Okuhara e Beatriz Ottaiano, da doob arquitetura, ainda dão a dica: a altura da cama ressalta o pé direito do quarto, que às vezes pode intimidar. O móvel, em formato de casinha ou cabana, torna essa escala mais amigável ao pequeno.   QUARTOS COMPARTILHADOS Muitas crianças precisam dividir o quarto e, neste caso, o ideal é pensar a decoração de uma forma que agrade ambos. Ou seja, identifique gosto que sejam comuns para as crianças. Isso inclui cor, tema, acessórios e móveis. Projeto Bruno Moraes Arquitetura | Foto: Luís Gomes   Projeto Manarelli Guimarães Arquitetura| Foto: Ines Antich O papel de parede neutro entra como coringa nessa jogada. Ele dá a base para o restante da decoração, como acontece no projeto do escritório Manarelli Guimarães Arquitetura, dos arquitetos Thiago Manarelli e Ana Paula Guimarães. Pertencente aos trigêmeos do casal de moradores, o que diferencia o cantinho de cada pequeno é o tom da cama e do baú correspondente, que levam as cores amarelo, rosa e azul.   ESTILO ESCANDINAVO A decoração escandinava é uma das grandes tendências para os quartos infantis. O que caracteriza o estilo é o minimalismo através do uso de cores neutras como o preto, branco e cinza. Além de móveis de madeira para "aquecer" o ambiente. Projeto Triarq Studio de Arquitetura | Foto:  Carla D'aqui   DÉCOR PARA MENINAS E MENINOS Desvencilhar-se dos padrões sobre decoração de quartos de acordo com o gênero da criança rende decorações criativas. "Prefiro sempre ouvir a criança sobre qual cor prefere, quais elementos e figuras deseja colocar e quais suas prioridades. Criança tem voz!", comenta a arquiteta Karina Korn, de Karina Korn Arquitetura. Projeto: Karina Korn Arquitetura | Foto: divulgação   EVERGREEN A atemporalidade é cada vez mais um requisito na criação de um quarto infantil, principalmente em relação à marcenaria. Isso significa que os móveis escolhidos poderão ser aproveitados desde a primeira infância - com exceção da cama - até depois da adolescência. Esse recurso aparece em dois ambientes projetados pela arquiteta Carmem Avila para crianças, onde as cores da madeira se destacam e aquecem o décor.  Projeto de Carmem Avila | Foto: Rafael Renzo