Com protocolo de intenções em negociação, emprega nega contrato com governo da Bahia

26 de Maio de 2020
Com protocolo de intenções em negociação, emprega nega contrato com governo da Bahia
A empresa BioGeoenergy nega que tenha firmado contrato com o governo do estado da Bahia para fornecimento de respiradores mecânicos. O grupo está em negociação de um protocolo de intenções para a fábrica em processo de instalação em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador. Em 10 de maio, o BN divulgou que o protocolo já teria sido assinado (leia mais aqui).   Em nota, o grupo informa que Cristiana Prestes Taddeo, apresentada como CEO da Hempcare, não representa a BioGeoenergy, como dito inicialmente. "A empresa adotou como premissa não ter atravessadores entre a produção e o cliente final justamente para que o preço não seja alterado", explica.   Na matéria inicial, a informação divulgada é que a empresa assinaria um contrato com a gestão estadual para a produção de 100 respiradores. A instalação da fábrica existe, mas sem nenhum vínculo com o estado. "A BioGeoenergy esclarece também que não tem contrato assinado com o governo da Bahia e nem tratativas com o Consórcio do Nordeste. Não que não haja a intenção futura porém, é preciso restabelecer a verdade. A instalação da empresa em Camaçari, para a fabricação de respiradores, não está vinculada a nenhum compromisso de negociação prévio", esclarece.
|