21 de Setembro de 2020

Central de outdoors na Bahia decide não 'veicular campanhas de cunho agressivo'

Central de outdoors na Bahia decide não 'veicular campanhas de cunho agressivo'

Após um advogado destruir um outdoor que protestava contra o presidente da República na capital baiana (relembre aqui), a central dos outdoors da Bahia e o Sindicato das Empresas de Publicidade Exterior da Bahia (Sepex-Ba) decidiram que não irão mais veicular campanhas de cunho agressivo.
 
"Sejam de natureza política ou não, que atentem contra pessoa, instituição ou empresa, independente de posicionamentos ou justificativas, assim como as campanhas de evidente propaganda política que não sejam assinadas pelo próprio político/partido e de acordo com as normas eleitorais", pontuou o comunicado conjunto das entidades.
 
Segundo eles, essa é uma postura prudente diante da "atual polarização que nossa sociedade vive e, por isso, nos últimos meses, tem reiteradamente recusado veicular campanhas que se encaixam nessas características citadas acima". "Aproveitamos a oportunidade para esclarecer que as mídias que, por ventura, estejam veiculando esse tipo de conteúdo não pertencem as empresas afiliadas a Central de Outdoor e ao Sepex-Ba", finalizam.


Tags Relacionadas

central, outdoors, bahia, decide, não, veicular, campanhas, cunho, agressivo,