Campeã do último BBB tem processo por intolerância religiosa arquivado

Postado dia 17 de Outubro de 2019
Campeã do último BBB tem processo por intolerância religiosa arquivado
A vencedora do "BBB 19", Paula von Sperling, 28, teve o processo contra intolerância religiosa arquivado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ). A mineira de Lagoa Santa, que foi indiciada por conta de comentários feitos a respeito de Rodrigo França, 41, enquanto estava no confinamento, comemorou a decisão.  "Eu nunca havia me pronunciado acerca de tal assunto por aqui, mas hoje, para encerrar de vez este ciclo de muito aprendizado, venho contar a vocês que o único inquérito instaurado referente a minha participação no programa foi arquivado", postou no stories de seu Instagram na última quarta-feira (16). A loira comentou ainda que muitos haters perseguiram a família dela por conta disso e destacou que nunca teve a intenção de ofender religião alguma ou qualquer integrante do reality show. Ela aproveitou também para esclarecer que, ao contrário do que foi dito por alguns, nunca foi processada por injúria racial. "Confesso ter aprendido muito, inclusive durante o programa, sobre os costumes sociais e sua forma de colocação perpetuados e inadequados a evolução da nossa sociedade", escreveu. Durante sua passagem pelo "BBB", enquanto conversava com os colegas Hariany, 22, e Diego, 30, Paula afirmou ter medo de França por ele ter contato com esse "negócio de Oxum", em alusão à religião do colega. A bacharel em Direito ainda completou o comentário dizendo: "nosso Deus é mais forte". 
|