Câmara aprova regras mais rigorosas para estabelecimentos que discriminarem LGBTs

Postado dia 11 de Setembro de 2019
Câmara aprova regras mais rigorosas para estabelecimentos que discriminarem LGBTs
Regras mais rigorosas para os estabelecimentos comerciais de Salvador que praticarem discriminação contra LGBTs e pessoas trans foram aprovadas pelos vereadores de Salvador em sessão desta quarta-feira (11) na Câmara Municipal.   De autoria da vereadora Aladilce Souza (PCdoB), o texto prevê punição administrativa que pode ser multa ou cassação do alvará se houver reincidência para as associações e estabelecimentos comerciais que discriminarem pessoas pela orientação sexual ou identidade de gênero.   O texto foi alvo de muitas discussões no plenário da Casa e, segundo Aladilce, inclusive "falas preconceituosas". "Aqui a gente tem muitas manifestações de preconceito, LGBTfobia, disfarçadas de outros argumentos", disse.   Entre as emendas sugeridas ao texto está uma da vereadora Lorena Brandão (PSC) que isenta igrejas e associações religiosas desta punição.
|