Bahia deu exemplo no combate contra o coronavírus, diz Drauzio Varella

09 de Setembro de 2020
Bahia deu exemplo no combate contra o coronavírus, diz Drauzio Varella
Médico oncologista, cientista e escritor, Drauzio Varella elogiou nesta quarta-feira (9) o trabalho coordenado da prefeitura de Salvador e do governo do estado no combate ao coronavírus. Para o médico, a Bahia deu um exemplo com a união e orientações conjuntas determinadas pelo governador Rui Costa (PT) e o prefeito ACM Neto (DEM) na crise de saúde. 
 
"Dois gestores de partidos rivais na disputa por votos se uniram e deram uma mensagem clara à população", elogiou o médico em entrevista ao Isso é Bahia, de A Tarde FM e BN. 
 
O médico também analisou a posição do governo federal e os possíveis impactos de falas do presidente Jair Bolsonaro na pandemia: "O fundamental nesses casos é ter uma coordenação central para que as medidas de proteção sejam tomadas de forma uniforme no país inteiro. Não podemos ter um lugar que fala contra o isolamento, outro contra a máscara. A orientação tem que ser única no país inteiro para não haver contradições. No Brasil, as contradições se estabeleceram logo de cara com o governo federal pregando contra o isolamento e a máscaras. Esse choque confundiu a população brasileira". 
 
As contradições em orientações, segundo o médico, geraram um padrão de pandemia diferente no país. "Nos países europeus, tivemos um pico da doença e depois uma queda rápida do número de casos. No Brasil, nós chegamos no pico e estabelecemos um platô com cerca de mil mortes por dia. Vivemos uma epidemia com alto grau de transmissão depois de seis meses que ela começou no país", relatou. 
 
Neste cenário, o médico opinou contra o relaxamento das medidas de isolamento no país, mas reconheceu a dificuldade de se manter as pessoas em casa por muitos meses: "A população está se aglomerando. Muita gente saindo sem usar máscara e não sabemos quais serão as consequências disso". 
 
PANDEMIA NA BAHIA
O número de casos ativos continua reduzindo na Bahia e, nesta terça-feira (8), apresenta dados semelhantes ao verificado no mês de maio. De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), dos 272.814 registros da Covid-19 no estado, apenas 7.841 são considerados casos ativos.
 
Nas últimas 24h foram registrados 851 novos casos, a uma taxa de crescimento de 0,3%. Já o número de óbitos no mesmo período foi de 41. O total de mortes acumuladas em decorrência da doença é de 5.734, segundo a pasta. 
|