05 de Março de 2021

App agrega funcionalidades de apoio às mulheres em situação de violência

App agrega funcionalidades de apoio às mulheres em situação de violência

Nove em cada 10 mulheres não confiam nos órgãos oficiais de atendimento à mulher vítima de violência. A conclusão é do Instituto AzMina, resultado de uma pesquisa com 437 mulheres e homens de todo o Brasil, realizada em parceria com a consultoria Plurix. Baseado na estatística, o instituto desenvolveu novas ferramentas para o aplicativo PenhaS, ferramenta digital que reúne informação, redes de apoio, acolhimento e pedido de ajuda para mulheres em situação de violência doméstica.  A nova versão será lançada dia 8 de março, quando se celebra o dia da mulher. O acesso à plataforma é gratuito. 
 
O app reúne, em um mesmo lugar, três pilares para que mulheres quebrem o ciclo de violência: informação, com uma área com reportagens sobre o tema e mapa onde é possível traçar a rota até uma delegacia ou serviço de atendimento mais próximo; acolhimento, que traz um chat para falar com a equipe d´AzMina e com outras voluntárias do aplicativo; e pedido de ajuda, com um botão para acionar cinco pessoas da rede confiança da usuária, um botão para ligar para a polícia e um gravador para produção de provas. 
 
Além de mulheres em situação de risco, o PenhaS é destinado para qualquer pessoa disposta a combater a violência doméstica. Usuários que já tenham baixado o aplicativo deverão permitir a atualização a partir do dia 8 para ter acesso à nova versão. O cadastramento de todos usuários é realizado com checagem de CPF e verificação de número de celular, a fim de evitar criação de perfis falsos e abusivos. O anonimato é garantido para mulheres que se declaram em situação de violência. O aplicativo está disponível para aparelhos iOS e Android. 


Tags Relacionadas

app, agrega, funcionalidades, apoio, mulheres, situação, violência,

Últimas notícias