Alcolumbre adia votação de PL das fake news e Maia fala em 'construir texto em conjunto'

02 de Junho de 2020
Alcolumbre adia votação de PL das fake news e Maia fala em 'construir texto em conjunto'
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), adiou para a semana que vem a votação do projeto das fake news no Congresso. Após isto, em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira (2), em Brasília, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu que o melhor momento para se votar a matéria é agora.    "Vou conversar com o presidente do Congresso e vamos construir um texto em conjunto. Esse é um tema que interessa a todos. Hoje a pesquisa do Ibope mostrou isso. Quase toda a sociedade cansada do assunto da fake news, de ser utilizado por pessoas que usam de informação falsa de má-fé, que usam de robôs para disseminar o ódio, disseminar informações negativas contra seus adversários, contra as instituições", pontuou.   "Mas esse é um tema que precisa tomar muito cuidado para que a gente não entre de forma nenhuma nas liberdades de imprensa e de expressão da sociedade brasileira", acrescentou.   TWEET DE ALCOLUMBRE A informação do adiamento da votação do PL das fake news foi dada também nesta terça pelo presidente do Congresso, através de uma publicação no Twitter. "Em acordo com o autor @Sen_Alessandro, o relator @angelocoronel_, e os líderes partidários do @SenadoFederal, determinei o adiamento para a próxima semana da análise do PL 2630/2020, que trata sobre fake news. A matéria estava prevista para a sessão desta terça-feira (2)", escreveu.   "Além de garantir a contribuição de todos os senadores na construção do texto, o PL 2630/2020 deve assegurar que as pessoas possam continuar se manifestando livremente como já garante nossa Constituição, mas ao mesmo tempo protegê-las de crimes virtuais", emendou.   Em acordo com o autor @Sen_Alessandro, o relator @angelocoronel_ , e os líderes partidários do @SenadoFederal , determinei o adiamento para a próxima semana da análise do PL 2630/2020, que trata sobre fake news. A matéria estava prevista para a sessão desta terça-feira (2). - Davi Alcolumbre (@davialcolumbre) June 2, 2020   Presidente da CPMI das fake news, o senador baiano Angelo Coronel apresentou mudanças no texto da matéria. O substitutivo estava desconhecido até pelos próprios senadores no início da manhã, conforme disseram líderes partidários na segunda-feira (1º) (leia mais aqui).



|