Servidora de carreira, Kátia Carmelo emitiu parecer privado contra licença da Sucom

Postado dia 12 de Janeiro de 2017
Servidora de carreira, Kátia Carmelo emitiu parecer privado contra licença da Sucom
Para além das denúncias de improbidade administrativa e "evolução estrondosa do patrimônio imobiliário e financeiro", conforme ação civil pública do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) (veja aqui), a ex-chefe da então Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município (Sucom), Kátia Carmelo, ainda emitiu um parecer contra o próprio órgão, mesmo sendo servidora de carreira da prefeitura. Documentos obtidos pelo BN apontam que Carmelo emitiu um laudo técnico em 2013 para a Associação dos Moradores da Barra (Amabarra), por meio de uma consultoria, contra a construção do empreendimento Vila de Santo Antônio no bairro, após a entidade ingressar com um processo no Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA). O parecer, apesar de anexado à ação, não surtiu efeito necessário, já que o processo acabou arquivado por desistências das partes. A então Sucom soteropolitana emitiu parecer favorável ao Vila de Santo Antônio, porém Carmelo, mesmo integrante o quadro funcional da prefeitura, apontou um laudo contrário. A ex-chefe da superintendência em Salvador voltou aos holofotes após ser indicada para exercer função similar em Madre de Deus, comandada pelo prefeito Jefferson Andrade (DEM) (veja aqui). Segundo informações de bastidores, Carmelo teve o aval do vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis (PMDB), que articulou a ida para a cidade da região metropolitana.
|