Resultado negativo do varejo faz com que CNC reduza previsão de crescimento do setor

Postado dia 13 de Setembro de 2018
Resultado negativo do varejo faz com que CNC reduza previsão de crescimento do setor
A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) revisou para  menos, pela quarta vez consecutiva neste ano, a previsão de crescimento do comércio varejista. De acordo com o portal G1, a revisão se deu diante do terceiro resultado negativo do setor.   Pouco depois da divulgação dos dados do varejo de julho, que apontou queda de 0,5% na comparação com junho e de 1% em relação a julho do ano passado, pelo Intituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta quinta-feira (13),  a CNC informou que baixou para 4,3% sua estimativa de crescimento do setor.   De acordo com a Confederação, o ritmo de crescimento do setor até o final do ano será menor do que o da primeira metade de 2018, quando ficou 5,4% acima do mesmo período do ano passado. Para o segundo semestre, a entidade projeta que as vendas irão crescer a um ritmo de 2,8% em relação à segunda metade de 2017.
|