PM-BA divulga foto de estragos após passagem de Kannário; vídeo mostra início da confusão

Postado dia 13 de Fevereiro de 2018
PM-BA divulga foto de estragos após passagem de Kannário; vídeo mostra início da confusão
A Polícia Militar divulgou nesta segunda-feira (12) uma foto feita por um drone que mostrou isopores destruídos após a passagem de Igor Kannário pelo circuito Osmar (Campo Grande) nesta tarde. Após uma confusão entre foliões e PMs, houve uma briga generalizada e o cantor chegou a solicitar uma audiência com o governador Rui Costa (veja aqui).   A PMBA está atuando com Drone em todo circuito do Carnaval 2018! pic.twitter.com/FvaZhqLzA5 - PM da Bahia (@pmdabahia) 12 de fevereiro de 2018 Um vídeo compartilhado por um perfil fake de Kannário publicou um vídeo do momento em que começou a confusão. É possível ver policiais batendo nos foliões e, logo depois, se ouve o artista lamentando a situação: "Quebraram o isopor do ambulante, não foi?". Logo depois, ele criticou a postura da PM. "Todo mundo já sabe que a favela quer se divertir. A culpa não é nossa. Não se preocupem com isso. Isso que está acontecendo, se a gente for falar, vão dizer que é desacato", sugeriu.      Uma publicação compartilhada por IGOR KANNÁRIO (@kannarionewsoficial) em 12 de Fev, 2018 às 5:45 PST

Um vídeo compartilhado por um perfil fake de Kannário publicou um vídeo do momento em que começou a confusão. É possível ver policiais batendo nos foliões e, logo depois, se ouve o artista lamentando a situação: "Quebraram o isopor do ambulante, não foi?". Logo depois, ele criticou a postura da PM. "Todo mundo já sabe que a favela quer se divertir. A culpa não é nossa. Não se preocupem com isso. Isso que está acontecendo, se a gente for falar, vão dizer que é desacato", sugeriu. 

 



Um vídeo compartilhado por um perfil fake de Kannário publicou um vídeo do momento em que começou a confusão. É possível ver policiais batendo nos foliões e, logo depois, se ouve o artista lamentando a situação: "Quebraram o isopor do ambulante, não foi?". Logo depois, ele criticou a postura da PM. "Todo mundo já sabe que a favela quer se divertir. A culpa não é nossa. Não se preocupem com isso. Isso que está acontecendo, se a gente for falar, vão dizer que é desacato", sugeriu. 

 



|