Operação contra crimes ambientais no Pará cumpre mandados de prisão na Bahia

Postado dia 06 de Dezembro de 2017
Operação contra crimes ambientais no Pará cumpre mandados de prisão na Bahia
O Ministério Público do Pará (MPPA) e a Polícia Civil do estado deflagraram nesta quarta-feira (6) uma operação que apura crimes ambientais que estariam ocorrendo por conta do funcionamento do Aterro Sanitário de Marituba, cidade do interior paraense. A Operação Gramacho cumpre mandados em Salvador e Feira de Santana. Em nota, o MPPA afirmou que mandados de prisão foram cumpridos na Bahia. No entanto, o texto não deixa claro em qual município. Ao todo, a operação cumpriu 5 mandados de condução coercitiva, 3 mandados de prisão preventiva, 16 mandados de busca e apreensão, além de mandados para proibição de contratar com o poder público, de ausentar-se do país e de garantir a manutenção da operação do aterro. Os indiciados serão responsabilizados por crimes de poluição atmosférica, poluição hídrica e construção de obras potencialmente poluidores sem licença ambiental. Os presos serão transferidos para o Pará nesta quinta-feira (7) quando deverão participar de audiência de custódia na Justiça Criminal de Marituba.
|