MP defende medida protetiva de Pipo Marques contra filho de desembargadora que o agrediu

Postado dia 06 de Dezembro de 2017
MP defende medida protetiva de Pipo Marques contra filho de desembargadora que o agrediu
Filho mais novo de Bell Marques, o cantor Pipo Marques obteve parecer favorável do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) para uma medida protetiva contra o advogado criminal Carlos Henrique Magnavita Ramos Junior, conhecido como Júnior Magnavita, filho da desembargadora Ivone Bessa. O MP-BA entendeu, baseada em fatos expostos em maio deste ano e em imagens de vídeo, que a medida cautelar visa a proteção da integridade física da vítima, no caso, a do cantor. Caso a recomendação do MP-BA seja acatada pela Justiça, Magnavita não poderá entrar em contato e deve manter sempre uma distância mínima de 200 metros de Pipo. Vale lembrar que a confusão ocorreu no dia 28 de maio, em Salvador. Segundo testemunhas, o músico estava curtindo o aniversário de um amigo, quando foi alvo de atitude agressiva e inesperada do advogado, sem possibilidade de defesa. Ainda no relato, o agressor já havia se envolvido em outras confusões. Na ocasião, o irmão de Rafa prestou queixa na 14ª Delegacia de Polícia da Barra e fez exame de corpo de delito. 
|