Funcionários da Fiat entram em greve na Itália para protestar contratação de CR7

Postado dia 11 de Julho de 2018
Funcionários da Fiat entram em greve na Itália para protestar contratação de CR7
Trabalhadores da fábrica da Fiat na Itália anunciaram nesta quarta-feira (11) que entrarão de greve no próximo domingo (15) em protesto contra a contratação de Cristiano Ronaldo pela Juventus. A empresa é patrocinadora majoritária do clube italiano. O sindicato não aceita que trabalhadores façam sacrifícios econômicos, enquanto a montadora gasta milhões de euros com um jogador.   "Dizem que os tempos estão difíceis, que precisamos recorrer a redes de segurança social, à espera do lançamento de novos modelos, que nunca chegam. E enquanto os trabalhadores e suas famílias apertam os cintos cada vez mais, a empresa decide investir muito dinheiro em um único recurso humano! Isso é justo? É normal que uma pessoa ganhe milhões, enquanto milhares de famílias não conseguem nem chegar ao meio do mês?", diz o comunicado divulgado pela Unione Sindacale di Base, segundo o Jornal "O Dia".   Os valores da transferência ultrapassam os 100 milhões de euros. A paralisação será de 48 horas, com início no domingo e término na terça-feira (17).
|